segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Este ano

Não tenho espirito natalicio, na minha casa pela primeira vez não vai haver árvore, não consigo tu não me sais da cabeça estás comigo a toda a hora a todo o instante. Não consigo compreender o porquê a ti, bolas tanta gente a sofrer agonizando nos hospitais, e tu que parecias que vendias saúde partiste sem avisar ninguém, está quase a fazer um mês as saudades aumentam a nossa Mãe a mulher que tu amaste mais na tua vida ficou velhinha de repente ela está a sofrer tanto chora tanto, não se conforma com a tua morte, logo tu que eras um filho e um irmão e Pai exemplar. Está a ser muito dificil para nós não aceito não consigo aceitar a tua ausência, por vezes penso que tu nos pregaste uma partida foi tudo uma brincadeira, mas infelizmente foi tudo verdade, na semana passada estivemos na tua casa foi horrivel entrar lá dentro sem a tua presença, estivemos no teu cantinho onde tu gostavas tanto de estar mexemos nas tuas coisas doeu tanto foi reviver tudo o teu Miguel está bem a Carla está desfeita, mas fica descansado tudo faremos para que nunca lhes falte nada. De ti querido mano só queria que estivesses aqui as minhas lágrimas teimam sempre em cair sei que não gostarias de me ver assim, mas eu tenho tantas saudades tuas da tua voz das tuas brincadeiras de chamares por mim. Amo-te muito serás eterno sempre

7 comentários:

Beth/Lilás disse...

Amada amiga Gabi!
Primeiramente deixa eu explicar-lhe que o Blogger sumiu com um monte de links de blogs que eu acompanhava e eu não tinha o teu.
Aproveitei que estivestes hoje em meu blog e fiz a recuperação do link.
Mas, que tristeza estou a ver por aqui em tua página!
Que grande dor tu e tua família está enfrentando neste final de ano!
Li tudo mais abaixo e fiquei de coração partido pelo que escrevestes a respeito do teu amado irmão, imagino a dor imensa de tua mãezinha diante de tudo.
Peço a Deus que console os vossos corações e que possam, juntos, superar esta grande saudade, apesar de que sei que é muito difícil para uma mãe esquecer isto.
Compreendo que este natal não possa ser comemorado com alegrias no coração, mas que o espírito natalino sirva para aliviar ao menos esta dor tão recente.
Aceite um grande abraço meu, minhas condolências à ti e toda tua família e fiquem com Deus.
beijos da amiga
Beth

Maria Pereira disse...

Compreendo a tua dor e revolta, pois apesar de não ter irmãos nem irmãs, os meus pais partiram cedo demais e ainda hoje me pergunto muitas vezes o porquê de tal injustiça, tanta gente má no mundo, porque vão as pessoas boas mais depressa... tenho uma amiga minha que tem uma teoria (um pouco infantil, diga-se de passagem) em que Deus leva mais depressa as pessoas boas para as ter junto de si, pois gosta de estar em boa companhia e eu gosto de pensar assim, que eles partiram cedo por serem bons demais...

Um beijo muito, muito grande e que encontres força nos teus filhos e na tua neta linda

cilinha disse...

Agora fizeste-me chorar...pois amiga como eu te compreendo a saudade doi tanto ...
Mas acho que a arvore podias fazer ate porque tens a tua princesa que de certeza vai sentir muito a falta disso ,por isso pensa bem amiga ,o teu irmao de certeza que nao queria ver-te assim ,e tens que encontrar forças para tudo na tua querida netinha ...

beijinho e um xi apertadinho

Natália disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Natália disse...

Olá Gaby.
Imagino como te sentes,mas sabes eu tenho a mesma opinião da Cilinha,acho que devias fazer a árvore de Natal.
Faz pela tua neta que de certeza deve estar habituada a ver a árvore na casa da avó.
O meu pai faleceu um mês antes do Natal,também não havia alegria nenhuma,mas pelos meus filhos eu fiz tudo como era costume,a minha mãe também não queria a árvore de natal mas eu fui a casa dela e fiz-lhe a árvore,sei que o meu pai gostava de ver a casa assim.
Quando eu adoeci também foi perto do natal,não tinha vontade para nada,mas nesse ano foi o meu marido que fez a árvore.
Gaby pela tua neta e pelo teu irmão faz o que costumavas fazer.
Beijinhos amiga.

angelina disse...

Querida Gaby
não sei o que te dizer .compre-endo a tua dor
beijinhos do fundo do coração

Sandra disse...

Gaby, imagino como deves estar a sentir, também eu sei o que é perder um irmão, no meu caso uma irmã, cedo demais já foi há 13 anos mas ela tinha na altura 31 anos e deixou a minha sobrinha com 5 anos, nesse ano tinhamos decidido não se fazer a árvore mas pela minha sobrinha que nos pediu acabamos por fazer, portanto pela tua netinha...faz a árvore, sei que o vosso Natal não terá a mesma alegria mas o teu irmão não te quer "ver" assim...um beijinho grande e muita força!!!