quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Sinto-me triste

Pelo meu irmão, estragou a vida dele por causa de uma fulana só para não lhe chamar outro nome. O que ele fêz á mulher e aos filhos não tem desculpa, eu sei que está mil vezes arrependido, mas como ele diz eu é que fiz a mer.... tenho que sair dela.
Eu não posso dar-lhe apoio se não estava a concordar com tudo o que ele fêz, mas o que precisar de mim a minha porta está sempre aberta, ele sabe disso. Tenho pena desta situação afinal foram 24 anos de casamento, podem não ter sido os melhores mas afinal quem não tem problemas.
Os meus sobrinhos estão a sofrer imenso adoravam o pai a minha cunhada tem me surpreendido pela positiva está a sofrer imenso e ao mesmo tempo preocupada com o marido, bolas afinal é o pai dos filhos dela e claro ainda gosta muito dele, mas não consegue perdoar-lhe afinal ele anda-va com a outra á 1 ano claro que é impossivel o perdão.Ele está só perdido de tudo a sofrer imenso sem ter para onde ir, porque o orgulho dele não o deixa rebaixar-se, tinha uma vida tão boa uma casa nova muito bonita, 2 filhos lindos uma mulher que esteve sempre ao seu lado nas horas menos boas,ele já fêz 2 cirurgias á coluna entre outras, e a mulher sempre ao seu lado.
O divorcio vai avançar ele abdicou de tudo em prol dos filhos, vai ter que começar tudo de novo aos 49 anos, o ordenado dele nem dá para pagar uma renda de casa e comer, e dar a pensão aos filhos.
Vejam só que foi a fulana que telefonou á minha cunhada a contar-lhe tudo, e claro o marido confirmou, foi uma bomba que caiu naquela casa.
Estou triste por todos tenho chorado porque tenho pena do meu irmão embora o condene é o meu sangue que corre também, se eu pudesse faria tudo para o ajudar, tudo acabou entre ele e a fulana se eu pudesse dáva-lhe um encherto de porrada que ela nunca mais fazia isto a ninguém. Só peço a Deus que os ajude neste momento tão dificil, sei que eles não vão ler isto á minha cunhada quero desejar tudo de bom ao meu irmão quero lhe dizer que estou sempre aqui para quando ele precisar e que o amo muito beijnhos para todas que me lêm

13 comentários:

Xekim disse...

Olá Gabriela..

O nosso coração é assim. Juntamos aos nossos problemas os problemas dos outros. Só que, tudo junto é difícil de gerir, e mais sendo irmão.

É tentar levar tudo com calma.

Beijinhos, Gabriela e feliz sexta também pra si.

Abóbora Amarelinha disse...

O que aconteceu com o teu irmão acontece com milhares de familias,e cabe ás própria perdoarem ou não, e esse perdão depende de uma data de factores...um deles é fazer uma rectrospectiva do que foi a vida em comum, acho muito sinceramente que nem sempre se aplica ( traição não tem perdão)quando há uma traição num casamento de poucos anos, há que pensar se vale a pena viver uma vida inteira com essa mágoa e com o medo de que se volte a repetir, mas com um casamento de tantos anos já temos que pensar será que vale a pena acabar os nossos dias ás avessas com o outro/outra e com os filhos, ainda por cima se o caso já acabou...
Ainda para mais se o casamento se manteve enquanto o caso durou, acho que merecem os dois uma chance... ele de provar que não se volta a repetir e ela provar que apesar de que aconteceu, está ali...(claro que não vai ser a mesma coisa) mas será melhor ficarem sozinhos??? não me parece.

Como está a tua menina?
beijinhos

angelina disse...

beijinhos Gabriela e que Deus ajude todas as pessoas que passam por essas situações tão dificeis.

Geninha disse...

Gabriela

Tudo pelo melhor de todos
Um Grande Beijinho

A menina está melhor?

cilinha disse...

olá Gaby !!! antes de mais como esta a tua netinha ??? oxala que esteja melhor e nao seja o que pensas...

e agora sobre a causa da tua tristeza....por aquilo que contas ja esta a correr o divorcio, mas eu tambem pergunto será que vale a pena??? se ja acabou esse caso , eu sei que uma traição nao se perdoa ... tambem nao sei o que fazia ,se fosse comigo , mas é triste acabar assim um casamento...

mas se foi a outra que telefonou a contar tudo , isso cheira a vingança....olha que se resolva tudo da melhor maneira ... e tu ele é teu irmao por muito que te custe ,tens que estar do lado dele ...

amiga um abraço do coraçao , e muitos beijinhos ... força...

AB disse...

Infelizmente é assim amiga. São anos e anos de casamento e depois tudo acaba em traição. E o pior é que quem sofre mais é quem menos culpa teve.
Amiga coragem. Ele é teu irmão e merece o teu apoio. Que tudo corra pelo melhor amiga, estou a torcer por vocês.
Beijinho querida

Natália disse...

Gaby
Vai correr tudo bem com a tua Menina,e com vocês todos, pode ser que mais ninguem apanhe,como é que ela está?
Quanto ao teu irmão é a vida infelizmente tenho um caso igual, na parte da familia do meu marido.Quando a cabeça não tem juizo!!!
Beijinhos para ti e beijokinhas doces para a tua menina.
Boa noite

Beth/Lilás disse...

Oh, Gaby, que coisa chata e deixa a todos mesmo que indiretamente envolvidos, porque sofremos junto a dor da família, dos filhos e do casal também.

O pior de tudo é que quando acontece uma coisa asism, perde-se a confiança, é como um cristal quebrado, mesmo colado não tem muito valor. Que pena!

Os homens são muito fracos neste sentido e às vezes poem tudo a perder, uma vida toda, tanta história juntos. Que pena!

um abraço carioca para ti

Xekim disse...

O Xekim veio aqui para desejar à sua netinha rápidas melhoras.

Pra ela e pra si beinhos.

Bom fim de semana (se possível)

Natália disse...

Gaby.
Desejo as melhoras da tua Menina.
Beijinhos.

Beth/Lilás disse...

Gaby,
O que tem a Matilde?
Ela ficou doentinha?
Não tô sabendo, desculpa! Mas, estimo desde já as melhoras dela.
bjs cariocas

Beth/Lilás disse...

Amiga querida,

Olhe, não fique assim tão pra baixo, você é uma pessoa forte e esta gripe não vai alcançá-la, já passaste bem pior que foi esta cirurgia pesada.
Fica calma e acredite no Divino.

Noutro dia vi uma reportagem aqui no Brasil que falava no excelente remédio que o famoso Vinho do Porto daí de vocês serviu na época da gripe espanhola que assolou o mundo no século passado. Dizem que os bombeiros que trabalhavam com a retirada das pessoas mortas nas ruas de Lisboa, quando chegavam nos seus quartéis, tomavam sempre um cálice de vinho do Porto e até bochechavam com ele, dizem que é excelente bactericida.

Claro, isso naquele tempo que não tinha tantos remédios e antibióticos, mas vamos acreditar no poder do Vinho que é maravilhoso e quem sabe umas boas doses não vão ajudar um pouquinho.

Então, tome aí um gostoso gole de Vinho do Porto e tenhas calma, nada de mal lhe acontecerá, Deus está contigo, aliás conosco!

Super beijos cariocas para vocês todas!

Natália disse...

Beijinhos Gaby.